sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Projeto Entrevistas parte 2

Começemos com as meninas, afinal “Ladies first” não é mesmo?
16745223_1
@JuhVeiga  à primeira pergunta que era sobre a motivação de escrever um blog responde assim:
Nem sei, acho que foi mais por seu uma forma de desabafar, escrever sobre a pressão do dia-a dia, o que se passa comigo, coisas assim.
Já @FabianaQueiroz
PODER RELATAR MEUS SENTIMENTOS SEM ME PREOCUPAR EM TER MUITO CUIDADO COM AS PALAVRAS
Os meninos têm opiniões e focos diferentes quanto à motivação na criação dos blogs:
@freedfogaca:
A principio é a vontade de compartilhar seu material na internet, fazer uma contribuição na rede, mas na verdade [quase] todos nos, já temos uma instinto intrínseco de querer ser popular, formador de opinião alheia, mas isso pelo menos não é o que queremos que pareça.
@kaiquasso:
Não sei explicar direito, mas sempre gostei de escrever. Sempre fui apaixonado por leitura, e deve ser esse, sem dúvida, um motivo que me faz gostar tanto de blogar. Tinha tanta coisa na minha mente, tanta opinião, tanta coisa para falar, que acabei querendo compartilhar um pouco do conhecimento que tenho.
Eu observei que os meninos são sempre mais funcionais quando o assunto é blogar, mulheres blogueiras sempre têm uma posição menos colaborativa e mais pessoal . Já tinha observado isso em leitura aleatória de blogs e esse foi, sem dúvida, o motivo de realizar a enquete. Claro que essa é apenas uma opinião gerada por leituras ALEATÓRIAS e pequenas amostras, nada cientificamente comprovado, pois não tenho essa intenção, minha intenção com esse trabalho é apenas apontar um comportamento que venho obervando ao longo de todo o meu tempo de blogueira amadora.
A segunda pergunta é sobre a inspiração. As meninas, mais uma vez, voltam-se para o que acontece ao redor e como são afetadas pelo ambiente:
@FabianaQueiroz:
MINHA VIDA EM GERAL, MAS PRINCIPALMENTE A PARTE AMOROSA
@JuhVeiga:
As pessoas a minha volta, o momento que eu estou vivendo, coisas do tipo.
Os meninos, nesse aspecto, não se diferenciam muito, mas ainda assim, têm como inspiração motivos mais funcionais do que pessoais.
@kaiquasso:
No começo foi bem difícil... Já tive um blog de notícias, de humor, um pessoal, um outro de humor e dois de cultura vernacular. Além disso, já pensei em ter um blog de notícias automotivas ou um de tecnologia. Fica difícil dizer, mas acho que o pop acabou que me atraindo de vez, e deve ser por isso que meu atual (e tomara o último) é sobre isso.
@freedfogaca
Alem de tecnologia, mas não escrevo sobre, o dia-a-dia, a sociedade e as pessoas em suas maneiras de agir, isso que me inspira a escrever minhas bobeiras.
A próxima pergunta é sobre a forma que esses blogueiros divulgam suas páginas ou se as divulgam. As respostas aqui deixam extremamente claro as diferenças entre os sexos quando o assunto é blog.
@FabianaQueiroz simplesmente responde que “Não”
@JuhVeiga: Não divulgo assim pra todos, mas deixo meu endereço no nick do MSN, no perfil do Orkut, e na assinatura do meu e-mail pessoal. Ai quem tiver interesse, lê.
@freedfogaca: Ah... Divulgo no meu twitter, que não vira grandes coisas, no facebook, no MSN, no skype... ae passa de boca a boca tanto de mim para outras pessoas, quanto de outras para outras, mas é difícil saber ao certo porque o propósito do meu blog é bem literário e o espaço de comentários é meio vago pras pessoas ficarem comentando “ah beleza isso ta legal” “ah legal seu texto” então eu não sei se tem tantas visitas ou não, mas eu tento... quem sabe escrever o link atrás da porta dos banheiros shopping por exemplo, ops! disse nada ein...
@kaiquasso: Por incrível que pareça, toda ou qualquer, tipo de divulgação não traz resultados tão bons quanto os esperados. Você perde seu tempo, se estressa e, dependendo do caso, ganha seu link na pasta de spam do Akismet. Existem também alguns diretórios que na maioria das vezes roubam seu tráfego, e que deixam seu cadastro acima do seu blog nas pesquisas.
Acho que a melhor forma de divulgação, não é parceria, não spam, não é isso e não é aquilo. A melhor forma de fazer seu blog ficar “famoso” é próprio tempo. Como o próprio Fábio Ricotta, do MestreSEO, disse uma vez, blogs são como vinhos; quanto mais antigos, melhor.
Mas sim, eu divulgo meu blog, e tento me promover através do Twitter. E claro, nunca consigo.
Independente dos resultados nas tentativas de promoção do trabalho blogueiro, os meninos sempre mostram um objetivo mais marcado e uma certa procura no sentido de divulgar a página.
As proximas perguntas referem-se ao movimento blogueiro de cada entrevistado quanto aos blogs que lêm e ao desejo de ter o seu blog conhecido e tornar-se um blogueiro profissional, sobrevivendo apenas desse trabalho para viver.
As repostas falam por sim:
Você gostaria de ficar famoso e viver do seu blog, sem chefe?
@JuhVeiga: Adoraria, seria muito bom.
@FabianaQueiroz: SERIA UMA BOA
@freedfogaca: Primeiro que eu já não nasci para trabalhar, então isso seria ótimo!
@kaiquasso: Esse é um dos meus grandes sonhos. Alias, acho que todo blogueiro quer somente isso: ganhar dinheiro com o Adsense do Google, tirar uma boa comissão no Submarino e ter sempre um post patrocinado para publicar.
Você lê outros blogs? Quais são seus blogs favoritos?
@JuhVeiga: Leio sempre o Planeta sem Retorno, o Durma Medo meu, o Pense por Mim, o Proibido Ler, e mais alguns dos quais eu não sei os nomes, rs.
@FabianaQueiroz: SIM, BLOGUEIRA INDISPONÍVEL
@freedfogaca: Ah leio sim, os que eu mais frequento são os Sedentário e Hiperativo, Acidez Mental, Não Salvo, Caixa Pretta e o blog da amiga Mônica, Atrás do Coelho Branco
@kaiquasso: Normalmente eu não tenho muito tempo para isso, mas quando estou meio ocioso dou um pulo no Notícias Automotivas, no Bobagento, no Uhull, no Insoonia e alguns outros que não me lembro agora. Além disso, também fico de olho no que a concorrência anda escrevendo... é sempre bom!
O que vc faria para que seu blog ficasse conhecido?
@JuhVeiga: Tentaria sempre atualizar com assuntos bacanas, criaria promoções, faria parceria com alguns blogueiros, coisas do tipo
@FabianaQueiroz: DIVULGARIA PARA O MÁXIMO POSSÍVEL DE PESSOAS E NAS MAIS VARIADAS FERRAMENTAS, COMO ORKUT, MSN ENTRE OUTROS
@freedfogaca: Acho que eu tomaria vergonha e faria um layout próprio e usaria um domínio tipo “.com” mas fora isso, acho que eu lançaria um livro com o conteúdo do blog, e daria um espaço pra uma divulgação amadora do pessoal que lesse
@kaiquasso: Taí uma pergunta muito boa. Acho que faria QUASE tudo que se pode imaginar. É serio!
Aguardem cenas do próximo epísódio! O assunto Twitter e os seus efeitos virá ná próxima série. Se você, honrado leitor, desejar responder essas perguntas ou não concordar com as minhas análises fique à vontade para me xingar por comentário ou por meu e-mail pessoal priscilaveiga39@msn.com.

Beijuis e prestem atenção no caminho porque vocês já sabem: O Planeta não tem Retorno!

Projetos de entrevistas!

Eis que finalmente eu consigo arrumar tempo para blogar como se deve.
Ja havia dito para vocês que realizei uma enquete entre alguns blogueiros que têm twitter para sanar algumas das minhas curiosidades. Formulei 12 peguntas sendo 6 sobre o blog e 6 sobre os efeitos do twitter na vida desses blogueiros.
Primeiramente consegui recrutar dois seguidores no twitter e duas pessoas conhecidas minhas que se dispuseram a responder a sabatina.
E as porguntas foram:
Blog
create-new-blog-commoncraft-0

1-O que te motivou a escrever um Blog?
2-Algum tema te inspira mais?
3-Você divulga seu blog? Se sim, como?
4-Você gostaria de ficar famoso e viver do seu blog, sem chefe?
5-Você lê outros blogs? Quais são seus blogs favoritos?
6-O que vc faria para que seu blog ficasse conhecido?
Twitter
 Twitter-Logo               
1-Quando te perguntam o que é o twitter o que vc responde? UMA FORMA DE
2-No dia a dia o que o twitter significa pra você? MAIS UMA FORMA DE EXPRESSÃO
3-Como vc costuma utilizar o twitter? Celular, Iphone ou outros?
4-Que tipos de perfil vc segue? Ou vc não é seletivo?
5-Quanto tempo vc fica on line na ferramenta do twitter durante o dia?
6-Você já usou algum script ou algum site para aumentar seus seguidores?

E as pessoas que responderam foram:
FABIANA QUEIROZ DOS SANTOS
Ocupação: CONSULTORA DE RECOLOCAÇÃO PROFISSIONAL
Idade: 29 ANOS
Blog: www.pradesabafos.blogspot.com
Id Twitter: @FabianaQueiroz
Juliana Veiga   
Ocupação: Analista de Atendimento Administrativo Junior
Idade: 24
Blog: www.blogueiraindisponivel.blogspot.com
Id Twitter: @JuhVeiga ou @b_indisponivel
Kaique Andrade
Ocupação: Estudante e blogueiro
Idade: 16
Blog: http://www.poderpop.com/
Id Twitter: @kaiquasso

Frederson Fogaça
Ocupação: Auxiliar Administrativo Planejamento e Controle de Processo
Idade: 19
Blog: HTTP://fulldarkness.wordpress.com/ e HTTP://momom.tumblr.com/
Id Twitter: @freedfogaca

No próximo post revelo as respostas!
Aguardem mas não se percam porque o Planeta não tem Retorno!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Política da Boa Vizinhança!

Danilo-Gentili-e-o-papai-noel
O que vocês acham disso? Política da Boa Vizinhança… Já começa com um nomezinho difícil Política. Eu acredito que isso seja uma praga altamente destrutiva que infesta a sociedade. O comediante Danilo Gentili recentemente publicou um post em seu blog (http://danilogentili.zip.net/) entitulado “ AÍ É QUE ESTÁ A GRAÇA!” em que ele descreve a profissão de humorista exemplificando situações para explicar a implicância dos brasileiros contra certos tipos de piada.
Segundo o humorista a sociedade brasileira está cheia de semicelebridades e de políticos ignorantes (termo meu!) que não têm segurança o suficiente para aguentar o peso de uma sátira. Eu acredito que o problema é mais estrutural do que isso. Eu acho que o problema não é só esse, para mim existe uma regrinha, uma etiqueta que dita sobre as atitudes da sociedade dizendo que você não pode atacar o outro nem atrapalhar seu vizinho porque senão ele puxa o seu tapete.
Nesse país só os bonzinhos e bem comportadinhos é que sobem na escada social por um simples motivo, não incomodam ninguém!
Sabe quando a gente faz aquela festa barulhenta já esperando que a polícia bata na nossa porta por causa do barulho e a polícia não vem?
É isso, o seu vizinho não chamou a polícia porque ele sabe que quando ele mesmo fizer uma festa assim você não irá chamar polícia também, como se você perdesse o direito de reclamar.
Em reuniões de condomínio, associações de moradores também acontece isso com frequência. Você  nem reclama de nada até o momento de pedir um favor. E assim vai, de situação em situação empesteando um país inteiro.
Eu cresci em Portugal e, alguns anos atrás, na europa houve um problema de preço dos combustíveis quando ameaçaram aumentar o preço da gasolina todos os motoristas de carga pararam mesmo contra todas as orientações dos sindicatos da categoria. Eles pararam, faltaram bens nos mercados e prateleiras ficaram vazias um verdadeiro caos econômico e a gasolina não aumentou. Os motoristas foram identificados e os sindicatos não retaliaram.
O que eu quero dizer é que as pessoas aki não sabem que podem reclamar, não sabem que têm direitos que ninguém tira deles e se comportam como macaquinhos adestrados sem saber que são peças chave na sociedade em que vivem.
Regras básicas dessa Política dizem que eu não devo reclamar quando o meu pão vem queimado na padaria, que eu não posso duvidar do professor, que eu não devo rir nem do outro nem de mim mesmo. Ou seja, não devo me movimentar nem gerar conflito.
Concordo com o Danilo em gênero e número porém não é só no mundo do Humor que vemos isso refletido. Essa situação está empregnada na sociedade do Brasil inteiro e em todos os meios profissionais ou não. A única coisa que me “fortalece” (como diria um amigo nosso) é saber que o tempo traz a evolução e que meus vizinhos me conhecem bem e sabem que comigo o buraco é mais embaixo.
Olhem para frente por que o Planeta não tem Retorno.



Diferenças de quantidade…

 dolar5
As pessoas as vezes falam de quantidade 1 milhão de reais ou 1 Trilhão… A gente só sabe que é muito, mas de essência mesmo, não sabemos quanto. Entonces, para facilitar nossa compreensão eu achei um link super bacaninha…
www.tysknews.com/Depts/Taxes/million.htm
Eu sei que está em Inglês, mas nada que eu não possa resolver…
Quanto é um milhão?

Quanto é um bilhão?

Quanto é um trilhão?

200019506-001














Qual a diferença entre Mi, Bi e Tri?
1milhão de segundos é 12 dias
1 Bilhão de segundos é 31 anos!
1 Trilhão de segundos é 31,688 ANOS!
1 milhão de minutos atrás foi à 1 ano, 329 dias, 10 horas e 40 minutos
1 milhão de horas atrás era 1885
E em 1 bilhão de horas atrás o homem nem tinha pisado na Terra ainda.
Um trilhão de dolares é um número tão grande que só políticos pode usar essa palavra numa conversação, provavelmente porque eles, às vezes não pensam no que estão dizendo. Dizem que matemáticos nem usam esse termo.
Perspectivas sobre o TRILHÃO
1.000.000.000.000
a civilização ocicental não existia à 1 trilhão de segundos atrás!
Milhão 1,000,000
Bilhão: 1,000,000,000
Trillão: 1,000,000,000,000
Quintilhão: 1,000,000,000,000,000,000
Sextilhão: 1,000,000,000,000,000,000,000
Nonilhão: 1,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000
Centilhão: 1 seguidos de 303 zeros
Muito né???
1-trilhao
Fiquei pensativa!

Não se esqueçam de andar para a frente, porque o Planeta é Sem Retorno!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Currículo!

cvlula
A palavra currículo tem acento? Nem sei, escrevo com acento mesmo! Bom, acontece que tenho pensado bastante nisso esses dias. Não só na ortografia da palavra, mas também na execução de um novo currículo. É chato estar trabalhando e ficar se lamentando do trabalho que tem enquanto tanta gente sem emprego. O meu problema é que  eu não caibo nessa vaga, o trabalho não é ruim, o salário não é péssimo, mas o erro aqui sou eu!
E pensar que eu quis tanto isso aqui. Para provar para mim mesma que eu era capaz, que eu conseguiria, conquistei a confiança de tanta gente e fiquei tão orgulhosa.
Chorei de ansiedade querendo uma coisa sobre a qual hoje eu reclamo tanto. Isso tem em feito pensar.
Sabe aquela expressão “cuidado com o que se deseja”, eu achei que o meu problema foi ter desejado demais algo que eu não conhecia. Mas, quer saber? Eu não sou de ficar parada. Se estou pensando é porque estou construindo um plano e um bom plano de carreira começa por um currículo.
Vou iniciar algumas pesquisas e depois posto aqui o que for útil, vai saber se algum leitor está na mesma situação.

=Beijuis e boa luta!
Vá em frente pois o Planeta é sem Retorno!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Momento Poesia

Não gosto quando as coisas perdem o sentido;
Não gosto do caos nem da chuva, não suporto a desordem
Embora não saiba qual é;
O sentido faz a integridade possível;
Cria a coerência e acalenta meus sentidos
A falta de sentido me tira o ar, atrofia meu cérebro e me arranca do eixo
Não gosto quando as coisas perdem o sentido,
Não gosto quando a terra treme nem quando meu coração palpita
Não suporto suspiros desajeitados, nem de sangue no rosto;
Não gosto de perder o controle
Não posso com calor excessivo, nem com suor
Não aguento versos sem métrica nem medida
Não suporto a falta de rima nem palavras pobremente repetidas
Não gosto de imagens melosas na cabeça, nem de dor no peito
Não posso com brilho no olhar, nem com mãos tremendo
Não aguento lágrimas de saudade nem de me preocupar com a solidão
Não suporto ansiedade!
Não gosto quando as coisas perdem o sentido e, por isso,
Não amo ninguém
Publicado em pedacinhos no Twitter. @priscilaveiga

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Contrafábula da Cigarra e da Formiga

 

Adaptação feita por Pedro Bandeira do texto do escritor português Antônio A. Batista

413916759_b93346c3a7

A formiga passava a vida naquela formigação, aumentando o rendimento da sua capita e dizendo que estava contrbuindo para o crescimento do Produto Nacional Bruto Bruto. Na trabalheira do investimento, sempre consultando as cotações da bolsa, vendendo na alta e comprando na baixa, sempre atenta aos rateios e às subscrições. Fechava contratos em Londres já com o pé no Boeing para Frankfurt ou Genebra, para verificar os dividendos das suas contas numeradas.

Mas vivia também roendo-se por dentro ao ver a cigarra, com quem estudara no ginásio,  metida em shows e boates, sempre acompanhada de clientes libidinosos do Mercado Comum.

E a formiga vivia a dizer por dentro:

- Ah, ah! No inverno, você há de aparecer por aqui a mendingar o que não poupou no Verão! E vai cair dura com a resposta que tenho preparada para você!

Ruminando sua terrível vingança, voltava a formiga a tesourar e entesourar investimentos e lucros, incutindo aos filhos hábitos de poupança, consultando advogados e tomando vasodilatadores.

Um dia, quando voltava de um almoço no La Tambouille com os japoneses da informática, encontrou a Cigarra no shopping Iguatemi, cantarolando como de costume.

La vem ela dar a dua facada, pensou a formiga. “ Ah,ah, chegou a minha vez!”

Mas a cigarra aprocimou-se  só querendo saber como estava ela e como estavam todos no formigueiro

A formiga, remordida, preparando o terreno para a sua vingança, comentou:

- A senhora andou cantando na tevê todo este verão, não foi, Dona Cigarra?

- É claro!- disse a cigarra- Tenho um programa semanal.

- Agora no inverno é que vai ser mau- continuou a formiga com toda a maldade na voz.- A senhora não depositou nada no banco, não é?

- Não faz mal. Os meus discos não saem das paradas.  E acabei de fechar um contrato com o Olympia  de Paris por duzentos mil dólares…

- O quê?!- exclamou a formiga- A senhora vai ganhar duzentos mil dólares no inverno?

- Não. Isso só em Paris. Depois tem a eexcursão em Nova York, depois Londres, depois Amsterdam…

Aí a formiga pensou no seu trabalho, nas suas azias, na sua vida terrivelmente cansativa e nas suas ameaças de enfarte, enquanto aquela inútil cigarra ganhava tanto cantando e se divertindo! E perguntou:

- Quando a senhora embarca para Paris?

- Na semana que vem…

- E pode me fazer um favor? Quando chegar a Paris, procure lá um tal de La Fontaine. E diga-le que eu quero que ele vá para o raio que o parta!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Tentativa de Stand Up! Alguém se Habilita???

 

 

São Paulo/Chuva

A chuva em São Paulo é por si só é uma piada pronta...

Os temporais já são uma constante em São Paulo, isso todo mundo sabe. O que as pessoas não sabem é que isso já mudou profundamente os hábitos dos paulistas. Dia desses no ônibus, uma senhora estava porcurando o trocado para o cobrador e enquanto fuçava na bolsa:

“- Ah o baton, escova, sacola, snorkel, bote inflável... Ah! Carteira!”

Pois é, o povo paulistano tem o dom para se adaptar. A gente já se adaptou, com o Tietê , com o Pinheiros, tanto que quando falaram que iam arrumar um jeito de limpar os rios da cidade teve gente protestando.

“ -Como assim!?!?”

A nossa cidade também tem os motoboys mais ferrenhos do mundo. Durante a chuva de ontem, o pessoal do escritório pediu pizza e, mesmo com tudo inundado, não é que entregaram... de Jet sky.

É, mas o Paulista gosta muito mesmo é de reclamar. Nunca vi coisa igual! Vive reclamando do preço do pedágio da Imigrantes para ir pra Santos ver o mar e quando o mar vem visitar reclama porque inunda tudo. Vai entender!

O Paulistano também é um povo cheio de esperança, sempre espera que no dia seguinte não vá chover. Não passa um dia sem perguntar: “- Será que vai chover amanhã?” mesmo depois de 40 dias seguidos de chuva...

Ou senão “- Será que aqui alaga?”, mas não alagou ontem?!?!

É pois é!

Véspera de Aniversário

 

Amanhã é o meu aniversário. Eu fico muito pensativa nas vésperas… Mais um ano da minha vida passou e o que foi que eu fiz? Quais foram as minhas conquistas?

Cada ano vai passando na mesma velocidade dos dias e, quando menos se espera, você faz 27 anos de idade! As crianças que você via ontem, hoje já dirigem carros e bebem nas baladas e chegam bebadas das baladas!

É nas vésperas dos aniversários que vemos que perdemos o controle do mundo, nada está sobre nosso comando e que nunca tivemos as rédeas da nossa vida.

aniversarioNunca entendi também essa história de festejar o aniversário. Quando se festeja se alguém nasce, ok até aí tudo bem, mais um membro na família. Mas qual a razão de se festejar quando uma pessoa envelhece se ninguém quer de verdade envelhecer.

A vida é mesmo uma coisa… O que é que eu faço enquanto a bebezinha da minha vizinha enche a cara? Claro que essa bebezinha já tem 15 anos, não que isso seja idade para beber… O que é que eu faço? Tentei pensar em outras respostas mas só uma delas pareceu correta o bastante para suprir minha necessidade… Envelhecer. Não há nada que possamos fazer para impedir o envelhecimento nada é capaz de contê-lo ou controlá-lo…. Só nos resta aguardá-lo e conviver com ele.

Então… Bom dia do envelhecimento para mim!

 

Beijuis

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Projeto de entrevistas

Bom eu já me considero blogueira há alguns anos, claro que nunca foi uma das minhas atividades principais e posso dizer com certeza que nunca fui assim bem sucedida, mas sempre teve alguma coisa que me motivava a manter lá o meu bloguinho, mesmo que feio, feito em HTML, cheio de bonequinhas e com layout meo torto… Lá estava ele!
Bom pensando nisso bolei algumas perguntas e decidi entrevistar blogueiros, twitteiros e blogueiros/twitteiros anonimos, como eu ou até famosos. Bom, o fato é que eu não cinsegui contato com nenhum blogueiro famoso, mas o que importa é que continuaremos ai tentando… Assim que as entrevistas tiverem sido realizadas, serão postadas aqui para o deleite dos meus leitores que, caso haja algum, sempre me honram com sua presença.

Beijuis e lembrem-se o mundo não tem mesmo retorno!